13 junho 2012

Falando em cadeiras

Preciso confessar que tenho um certo preconceito com designers que lançam cadeiras e mais cadeiras, ano após ano, sem um contexto fora aquele de aumentar vendas de alguma marca. Mas, vez ou outra, consigo deixar isso de lado e valorizar alguns produtos legais, que acrescentam pelo menos um ponto de vista novo e interessante. Me parece ser o caso da cadeira Amalia - além do mais, percebi que o conceito dela tem muito a ver com o design que apareceu por aqui na semana passada. No caso do projeto da Eggpicnic, o material escolhido para valorizar e reinterpretar é o vime típico encontrado no Chile.



A técnica artesanal originária de Chimbarongo foi aprimorada em uma parceria entre designers e os próprios artesãos locais. A ideia aproveitou a forma orgânica e muito sinuosa da cadeira para vazar o seu interior e aproveitá-lo como espaço de armazenamento ou como simples "curiosidade". É interessante também o fato de ela ter conseguido mostrar um novo ângulo seu, aproveitar a própria curva do assento para destacar a sua beleza e nos fazer olhar o objeto de maneira fora do normal.




por Thais Serafini, designer gaúcha, editora de conteúdo para a web. Vive constantemente pesquisando, lendo, absorvendo e refletindo sobre design, cultura e arte no cenário atual e também em suas direções para o futuro. Tudo isso e mais algumas divagações estão disponíveis em seu blog Cataclisma Material.

2 comentários:

  1. Oi
    Bem diferente essa cadeira, as vezes encontro peças que não são confortaveis. Queria te dizer que adorei a ideia das lanternas japonesas com aplicação em tecido. Tenho algumas e vou fazer um jantar e estavam sem graça toda branquinha. Obrigada
    Heloisa Helena

    ResponderExcluir
  2. Quero uma dessa na minha futura casa.rsrsr
    Adorei!!
    Têm sorteio lá no blog, passa lá.
    Beijos,Kátima.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Volte sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...